Até o momento, mais de 18 mil atendimentos foram registrados pela Defensoria Pública de Santa Catarina em Joinville. Ou seja, 18.930 mil pessoas, que precisavam de orientação ou assistência jurídica gratuita buscaram a DPESC em Joinville em 2019. Deste contingente, como explica o defensor público Djoni Luiz Gilgen Benedete, a principal demanda é na área da família com 5.271 mil ações ajuizadas até agora pela Defensoria Pública de Santa Catarina. Outra área muito procurada é a cível, que correspondeu a 1.905 mil ações.

Conforme Relatório de Estatística e Produtividade da Corregedoria-Geral da Defensoria Pública de Santa Catarina, às áreas cível e da família correspondem a mais de 64% dos atendimentos da Defensoria Pública de Santa Catarina.

Como explica o defensor público, em Joinville a Defensoria Pública atende todas as áreas da Justiça Estadual em primeira instância. “ Família, cível, infância e juventude, saúde, registros públicos, consumidor, educação  “, disse. Em Joinville, a média é de 60 atendimentos diários.         

Ele ainda informa que os principais desafios para 2020 é justamente aproximar a Defensoria Pública da população carente de Joinville. “  Divulgar, cada vez mais,  os serviços da instituição para facilitar o ingresso e o atendimento do assistido”, afirmou.

Ainda pelo Relatório, até setembro deste ano em todo o Estado foram contabilizados 481 mil atos pela Defensoria Pública de Santa Catarina. Atos praticados representam os atendimentos, petições,  audiências, conciliações, etc..

  

Valquiria Guimarães

Assessoria de Comunicação

Defensoria Pública de Santa Catarina 

 

Joinville entrada do nucleo copia 1 1 copia 4