InstagramFacebookTwitter

 

CORONAVÍRUS: Em tempos de isolamento social, Defensoria Pública do Estado de Santa Catarina orienta mulheres vítimas de violência

Em tempos de coronavírus, seguir as orientações das entidades médicas e manter o isolamento social é importantíssimo.  Infelizmente, contudo, muitas mulheres não encontram em suas próprias casas um local de segurança e proteção. “Pelo contrário, é dentro de casa que acontecem muitos episódios de violência contra a mulher. E essa violência não é só física, podendo ser psicológica, patrimonial, sexual e também moral. Assim, o isolamento social pode se tornar um agravante para mulheres em situação de violência”, destaca a defensora pública Anne Teive Auras.

Diante disso, é fundamental conhecer os canais de denúncia. A Defensoria Pública trabalha na defesa das mulheres que necessitam de acesso à Justiça para a garantia dos seus direitos. Atua em diversas áreas, como no atendimento às mulheres em situação de rua, mulheres presas, no enfrentamento à violência obstétrica, às questões raciais e à violência doméstica e familiar.

Em caso de emergência, acione a Polícia Militar (190). As delegacias especializadas de Polícia Civil em Santa Catarina continuam com seus plantões 24 horas, mas recomenda-se que o contato seja feito preferencialmente de forma remota durante o período de isolamento social. Confira os canais de atendimento:

Atendimento remoto da Defensoria Pública do Estado de Santa Catarina (DPE-SC)

Acesse a lista de canais em no site da DPE-SC

Polícia Civil

Ligue 181 ou 100

www.pc.sc.gov.br (Delegacia Virtual)

WhatsApp (48) 98844-0011

 

Em caso de emergência, chame a Polícia Militar: ligue 190