InstagramFacebookTwitter

A Defensoria Pública do Estado de Santa Catarina (DPE-SC) vem a público reafirmar que o pedido de impeachment protocolado pelo defensor público Ralf Guimarães Zimmer Júnior foi feito na condição de cidadão, sem se valer da estrutura e sem contar com o apoio da instituição, como já foi esclarecido em janeiro, data do protocolamento da ação.

 

A única menção à DPE-SC, convém registrar, encontra-se na qualificação do autor, mas não se trata de ação no exercício da função de defensor público e não reflete o posicionamento institucional.

 

A DPE-SC reafirma o seu compromisso com o diálogo e a sua confiança nas instituições catarinenses.

 

Florianópolis, 28 de julho de 2020.

João Joffily Coutinho

Defensor Público-Geral